Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > Jornalista da BC lança livro-reportagem em sua terra natal
conteúdo

Notícias

Jornalista da BC lança livro-reportagem em sua terra natal

Costa Filho lançou, em Catolé do Rocha, obra fruto de Mestrado em Jornalismo pela UFPB, esclarecendo sobre o Brasileirão 87
publicado: 01/12/2019 07h20, última modificação: 13/01/2020 09h06

Após quase um ano de tratativas, finalmente o jornalista Costa Filho, gestor de marketing e comunicação da Biblioteca Central da Universidade Federal da Paraíba (BC/UFPB), fez o lançamento do livro-reportagem Sport x Grande Imprensa: desde 1987, em Catolé do Rocha, cidade do Alto Sertão paraibano e terra natal do autor. O evento aconteceu neste domingo (dia 1º) simultaneamente à realização da 10ª edição do Troféu Nena Nunes, com participação especial de Marcelinho Paraíba (na foto, com boné), ex-atleta do Sport Club do Recife.

Na solenidade de lançamento do livro, Costa Filho afirmou que, sempre que o imbróglio sobre o Brasileirão 87 vem à tona, parte da grande imprensa posiciona-se favorável ao Flamengo em detrimento do Rubro-Negro pernambucano. “Por não conhecer a fundo o assunto ou até mesmo por má-fé, ‘profissionais’ da área de comunicação emitem as mais esdrúxulas opiniões, não se importando com a observância de um dos pilares básicos do jornalismo: o respeito ao público”, observou.

De acordo com Costa Filho, matérias jornalísticas que omitem uma decisão judicial transitada em julgado não merecem credibilidade. “A grande mídia não tem interesse em referendar o veredicto do STF porque o mesmo ratifica a exclusividade do título do Sport – este, sim, o único campeão brasileiro de 1987”, acrescentou. A solenidade de lançamento do livro e o jogo de masters entre Ronaldo Veículos x Botafogo (PB) tiveram transmissão ao vivo pela Rádio Cidade 104 FM, com narração de Humberto Vital e Ricardo Brilhante.

Sobre o livro

O livro-reportagem Sport x Grande Imprensa: desde 1987 é resultado do Mestrado em Jornalismo Profissional pela UFPB, concluído pelo autor em 2017. Sob a orientação do Prof. Pedro Nunes, o jornalista Costa Filho fez análise textual dos jornais Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo e Jornal do Brasil, além da revista Placar. O jornalista da Biblioteca Central da UFPB colheu mais de 50 depoimentos de jornalistas, historiadores, juristas e dirigentes de clubes e federações.

Um dos entrevistados é o ministro Marco Aurélio Mello (STF), relator do processo que pôs fim à querela sobre o Brasileirão 87 no âmbito judicial. O autor destaca ainda a entrevista com Carlos Miguel Aidar, primeiro presidente do Clube dos Treze. "Ele assegura que todos os representantes dos clubes do Módulo Verde (Copa União) tinham conhecimento de que o regulamento previa o cruzamento com o Módulo Amarelo antes de o campeonato começar e que, mesmo assim, resolveram confrontar a CBF", ressaltou Costa Filho.

O lançamento do livro-reportagem Sport x Grande Imprensa: desde 1987, em Catolé do Rocha, também foi publicado com destaque no site oficial do Sport Club do Recife. Em 2018, a obra foi lançada no Recife, no Shopping Riomar, e em João Pessoa, na Biblioteca Central da UFPB.

Celeiro de craques

O dia 1º de dezembro foi um domingo de festa para os catoleenses, que lotaram as dependências do Parque das Mangueiras (Sítio Cajueiro), de propriedade de Lutero Nunes. O jogo entre os masters de Ronaldo Veículos (Catolé do Rocha) e do Botafogo (João Pessoa) terminou com vitória de 3 x 2 para o time da casa. Rildo e Miranda marcaram para o Belo. Gil Gemma, Valmir e Marcelinho Paraíba anotaram para os catoleenses. No gramado, a exibição de um belo espetáculo de futebol e a confirmação de que Catolé do Rocha continua sendo celeiro de craques.

Na opinião de Nena Nunes (na foto, com camisa azul), considerado o maior jogador de futebol da história da região de Catolé do Rocha, o evento conseguiu o seu principal objetivo: atraiu um grande público ávido para ver os craques em campo. “Destaco a presença de torcedores do Sport, o que prova a popularidade do verdadeiro campeão brasileiro de 1987 em solo sertanejo”, ressaltou o homenageado, radicado no Recife há mais de três décadas e sócio-patrimonial do clube pernambucano.

A torcida botafoguense também compareceu ao Parque das Mangueiras para prestigiar eternos ídolos do Belo, como Silvinho, Washington Luís e Roberto Michele. O evento esportivo contou ainda com a presença de Ailton Cavalcante, diretor da Associação dos Cronistas Esportivos da Paraíba (ACEPB).

Fotos: Aílton Cavalcante e Rita Célia

Contatos da Seção de Referência:

Telefone:  (83)3216-7105
E-mail:  referencia@biblioteca.ufpb.br
Chat: 
Fale com o Bibliotecário